pós-mudanças

Empresas de mudanças: como escolher

By on Março 15, 2016

Já que aconselhei a contratação de empresas de mudanças, vou deixar aqui algumas dicas para ajudá-lo(a) a encontrar uma boa transportadora com orçamento simpático, garantindo um bom serviço.

 

  1. Verifique sempre se a empresa é idónea e qualificada. Para evitar que os seus pertences sejam apreendidos pelo caminho, é necessário que as empresas de mudanças tenham um alvará atribuído pelo IMT – Instituto de Mobilidade e dos Transportes.
  2. Procure empresas especializadas em mudanças. Existem transportadoras de mercadorias que fazem uns “extras” como empresas de mudanças para rentabilizar as suas viaturas. Mesmo que encontre uma transportadora com orçamento favorável desta natureza, não arrisque a sua contratação porque o mais natural é terem pessoal com menos experiência e oferecerem um serviço de qualidade inferior.
  3. Procure referências de empresas de mudanças. Fale com amigos, conhecidos, pesquise na Internet comentários e avaliações sobre o trabalho de diferentes empresas. Muitas vezes esta é a melhor forma de encontrar uma transportadora com orçamento à medida das nossas expectativas e necessidades.
  4. Não contrate pelo menor preço. Claro que o ideal é contratar uma transportadora com orçamento baixo mas desconfie se uma empresa de mudanças apresentar um valor cerca de 2 a 3 vezes menor do que a concorrência. Nestes casos, poderá não ter a garantia de mão-de-obra qualificada, material adequado e o devido cuidado que se deve ter normalmente. E afinal, são as suas coisas que estão em causa!
  5. Peça pelo menos 3 orçamentos. Não se fique por uma transportadora e orçamento. Inclua pelo menos três empresas de mudanças na sua lista de potenciais contratações.

Quando fizer a sua escolha, assine sempre um contrato de prestação de serviços. Não aceite nada verbal, esclareça dúvidas e negoceie cláusulas. Veja também se a empresa tem seguro em caso de eventuais danos dos seus bens e não pague 100% do valor em adiantado. Não se esqueça também de questionar acerca de custos extras que possam vir a ser cobrados, como despesas de estacionamento ou mover coisas pelas escadas, etc.

Como fazer uma mudança de casa: passo a passo

By on Janeiro 23, 2016

Mudar de casa causa sentimentos mistos! Primeiro a excitação de começar algo de novo e da mudança. Em segundo surgem as habituais dores de cabeça relacionadas com as mais variadas questões de logísticas. Hoje trazemos umas ideias para facilitar este processo, quando pode ser feito com tempo e calma!

 

Eu costumo começar por seleccionar quais serão as primeiras divisões e armários a ser empacotados. Se estamos no verão, as roupas de inverno podem seguir já em malas porque não iremos precisar delas. Já os utensílios mais básicos de cozinha serão necessários até à mudança.

 

Nestas alturas também nos apercebemos da quantidade de coisas que não têm utilidade para nós e estão a ocupar espaço em casa. Aqui começa um processo de triagem que costumo dividir em 3: lixo, para dar, empacotar. Existem um sem fim de entidades que aceitam donativos de objectos domésticos.

 

Para começar a empacotar tudo é bom estarmos já munidos de caixotes, jornais, plásticos com bolhas, fita-cola e marcadores para assinalar o que se encontra nas caixas. Não se esqueçam que mais vale perder tempo a proteger todos os objectos do que ficar sem metade da casa. Assinalem todas as caixas que contém objectos frágeis ou são pesadas. Conforme vamos libertando os móveis podemos começar a desmontá-los (caso seja possível), de forma a facilitar o seu transporte.

 

Entretanto, temos que começar a pensar em cancelar ou mudar todos os contratos. Não se esqueçam que é necessário garantir que alguma das casas terá sempre água, electricidade e gás! Não cancelem uns sem fazerem novos!

 

Isto também é válido para todas as entidades que necessitam de ser notificadas por alterações de residência. Mudem as moradas da vossa correspondência, actualizem documentos oficiais, alterem o vosso centro de saúde, coisas importantes que podemos ir fazendo com tempo em vez de sermos apanhados desprevenidos e acabarmos a pagar multas!

 

Nesta altura, se já temos acesso à nova casa devemos aproveitar que não tem móveis para fazer uma limpeza profunda (daí ser útil pedir ligações de água e electricidade uns dias antes da mudança). Lembrem-se que mesmo depois das mudanças vai haver bastante sujidades mas será mais difícil ter acesso a todos cantos! Não se esqueçam de limpar a casa que vão deixar antes de a entregar!

 

O ideal aqui e ja terem contactado a empresa ou os amigos a quem vão pedir ajuda para as mudanças. Confirmem o dia e hora a que vai ser feita, verifiquem se tem disponibilidade para ter alguém na casa nova e antiga, caso a distancia seja longa ou haja necessidade de se repetirem viagens.


Se forem fazendo as tarefas durante um mês certamente que mudança correrá melhor. Têm tempo de tratar de todas as coisas essenciais! Aproveitem para começar uma nova etapa com boa disposição em vez de stress por não terem que fazer tudo à última.

Como limpar a casa após as mudanças

By on Janeiro 5, 2016

Muito se fala acerca de mudanças: como se preparam, que tipo de empresa se deve escolher, quais são os materiais mais adequados para embrulhar o que se pretende levar, como se faz um bom embalamento, e por aí fora. O problema é que existe um tema pouco discutido e que é igualmente importante quando falamos sobre este assunto: como limpar a casa nova após as mudanças.

Ora, limpar a nova habitação, já com as nossas coisas, até nem é muito chato. A sensação de estarmos num novo local é muito boa e, portanto, até queremos pegar logo no balde e na esfregona para termos o sentimento de dever cumprido. Devido às minhas constantes mudanças de casa, eu tenho já um ritual certinho para este tipo de limpezas, ritual esse que vos vou apresentar neste artigo para vos facilitar a vida.

Existem vários produtos que devem ter à mão quando mudam para um novo local, pois o normal é precisarem deles antes de começarem a guardar os vossos pertences. Esses produtos são:

  • Detergente
  • Desinfectante
  • Limpa-vidros
  • Lava-tudo para o chão de madeira
  • Limpa-móveis
  • Multi-usos
  • Panos
  • Esponja
  • Esfregona
  • Swiffer (ou algo parecido)
  • Pá e vassoura
  • Luvas

 

Em primeiro lugar, devem limpar a casa de banho, porque, apesar de ser o mais aborrecido, é uma das divisões mais importantes. Aqui, tenham o detergente, o desinfectante e o limpa-vidros como aliados.

De seguida, limpem o vosso quarto, usando o lava-tudo para o chão de madeira (se, de facto, o vosso chão for de madeira), o limpa-móveis, a vassoura e/ou a swiffer (eu uso as duas, pois uma completa o trabalho da outra). Podem também usar o detergente para o chão.

A cozinha deve ser o terceiro local a receber as limpezas. Mais uma vez, o detergente e a vassoura serão aqui muito úteis, tal como o multi-usos, pois este pode ser aplicado em qualquer superfície.

A sala pode ser a última divisão a ser limpa, assim como as restantes, se as houver. Usem aqui o multi-usos, o limpa-vidros, o limpa-móveis, a swiffer e a vassoura. Se estiverem muito cansados para tratarem da sala no dia da mudança, deixem para o dia seguinte. Eu nunca o fiz, mas o meu lema é “não deixar para amanhã o que posso fazer hoje!”. No entanto, se o fizerem, não faz grande mal.  

Um último conselho que vos quero dar e que me ajudou imenso: arrumem logo tudo assim que limpem uma divisão, mas desempacotem as vossas coisas nos locais que ainda não foram limpos, pois só assim têm a certeza de que não fazem mais pó (nem lixo) com as caixas e os sacos!

Ficaram com alguma dúvida? Fico à espera do vosso contacto!